segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Inscrições para o XI Festival de Teatro de Fortaleza - 2015

O Festival acontecerá entre os dias 18 e 28 de novembro de 2015 na cidade de Fortaleza/CE.



O Edital selecionará 15 espetáculos teatrais da cidade de Fortaleza, 5  espetáculos teatrais nacionais, 5 Projetos de Fomento às Sedes dos Grupos de Teatro e Trabalhos Teatrais para a Mostra Outros Olhares em Fortaleza para participarem do festival.

Nome do Edital: Edital XI festival de teatro de Fortaleza - 2015

Quem promove: Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza

Objeto: Selecionar Espetáculos Teatrais nacionais e locais.

Quem pode participar: Pessoa Física, maior de 18 anos, que seja artista profissional ou amador e pessoa Jurídica, dotada de natureza cultural, sem fins lucrativos.

Aporte: Os espetáculos teatrais selecionados para a mostra receberão premiação no valor bruto de R$ 7.000,00 cada um para a realização de 2 apresentações.

Prazos: As inscrições podem ser feitas até 19 de setembro.

O que deve ser apresentado: As inscrições serão realizadas através do preenchimento de formulário online, fornecido pela SECULTFOR e disponibilizado no portal da Prefeitura de Fortaleza (link aqui).

Mais informações: Podem se inscritas propostas para os diversos segmentos teatrais: Teatro Adulto (Palco Italiano, Espaços alternativos, entre outros), Teatro Infantil, Teatro de Rua e Teatro de Bonecos, entre artistas, grupos, coletivos e produções profissionais ou amadoras.

Sobre a Instituição: A Secretaria de Cultura de Fortaleza é o órgão responsável pela formulação e coordenação de políticas públicas de Cultura no município de Fortaleza, desenvolvendo ações que visem à proteção da memória e do patrimônio histórico, artístico e cultural, além de viabilizar a promoção de programas que fomentem a formação, criação, produção e circulação das expressões culturais e artísticas; o fortalecimento da economia da cultura; a requalificação dos espaços públicos e o pleno exercício da cidadania.


Fonte: fortaleza

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro abre edital para Favelas Criativas


Os proponentes selecionados contarão com os recursos a partir de Janeiro de 2016, para iniciar seus projetos, que devem estar finalizados até Dezembro de 2016.

O edital contemplara projetos culturais elaborados por (ou direcionados a) jovens com entre 15 a 29 anos, que aconteçam em territórios populares de todo o estado do Rio de Janeiro.

Nome do Edital: Microprojetos Favela Criativa

Quem promove: Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro

Objeto: Empoderar jovens e adultos.

Quem pode participar: Podem participar tanto pessoas físicas (PF com inscrição através do CPF), quanto pessoas jurídicas (PJ com inscrição através do CNPJ, sem fins lucrativos ou enquadradas no SIMPLES), moradoras ou sediadas no Estado do Rio de Janeiro

Aporte: Recursos de R$ 1.250.000,00. Para premiar até 102 (cento e duas) propostas de R$ 12.000,00 cada.

Prazos: As inscrições para a seleção de MICROPROJETOS FAVELA CRIATIVA são gratuitas, e devem ser realizadas até 4 de setembro de 2015, no portal: (cultura). Mais informações podem ser obtidas por e-mail (premiofavela@cultura.rj.gov.br) ou telefone (21- 2216-8500, ramais 228/238).

Mais informações: Considera-se “territórios populares”: favelas, subúrbios e outros territórios afastados dos grandes centros urbanos, em todos os municípios do Estado do Rio de Janeiro.

Sobre a Instituição: A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) é o órgão da administração direta do Poder Executivo Estadual responsável pela coordenação de ações destinadas ao desenvolvimento da cultura no estado do Rio de Janeiro. Seus objetivos incluem democratizar o acesso à produção e ao consumo de bens culturais, garantir a diversidade cultural, preservar o patrimônio cultural, aperfeiçoar os instrumentos jurídicos-institucionais relacionados à cultura, modernizar a gestão dos equipamentos culturais sob sua guarda e estimular a formação cultural e artística nas instituições de ensino.


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

A importância dos centros de memória será tema da série "Jornadas Culturais"


O encontro será realizado no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba/PR.

Desde março deste ano o Centro de Memória da Fundação Bunge, em parceria com o Itaú Cultural, promovem uma série de palestras na área da cultura com foco em criação e manutenção de acervos, documentação e registros.

Dia 21 de agosto haverá a palestra “A importância dos centros de memória para as instituições e a sociedade”, com Márcia Pazin, às 9h da manhã. As inscrições podem ser feitas pelo site e abrem amanhã, dia 05/08 (jornadas.fundacaobunge.org.br).

SAIBA MAIS SOBRE O EVENTO:

A IMPORTÂNCIA DOS CENTROS DE MEMÓRIA PARA AS INSTITUIÇÕES E A SOCIEDADE com Márcia Pazin
Local
Museu Oscar Niemeyer - Auditório Poty Lazzarotto - R. Marechal Hermes, 999 - Centro Cívico - Curitiba - PR.
Data
sexta-feira, 21 de agosto de 2015.
Inscrições a partir de 6/8/2015
Horário
9h - 16h
Vagas
  380

Resumo da Palestra
É recente o interesse de empresas brasileiras em memória corporativa. Nos últimos 15 anos, porém, centros de memória não apenas proliferaram como se mostraram bastante eficiente em preservar acervos históricos e transformar tal conteúdo em serviços e produtos variados. Mas isso é só o começo. A historiadora Márcia Pazin argumenta que, embora a atuação deste tipo de instituição tenha se voltado mais para ações de comunicação e marketing, ainda há muito a ser explorado no patrimônio histórico de uma empresa, de projetos de cultura organizacional e gestão do conhecimento a iniciativas nos diversos setores corporativos.

Sobre o Palestrante
Márcia Pazin é historiadora, doutora e mestre em História Social pela USP e especialista em Organização de Arquivos.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Formulário e resumo do Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz

A Cia São Jorge de Variedades, de São Paulo, foi uma das
vencedoras do Prêmio Funarte Myriam Muniz em 2014, com
o projeto São Jorge Menino. Mais informações: ciasaojorge.com.
Foto: Cacá Bernardes.
Neste ano as inscrições para o edital são online. A Brígida preparou o resumo do edital e revisou o formulário da SalicWeb para auxiliar artistas e produtores.

Nome do Edital: Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz/2015

Quem promove: Fundação Nacional das Artes - Funarte.

Objeto: Seleção de 52 (cinquenta e duas) iniciativas voltadas para a área de Teatro. Fomentar o desenvolvimento de atividades teatrais, de temática livre e nos mais diversos formatos, incentivando a criação e a circulação de espetáculos; além de contribuir para a manutenção de coletivos, grupos e companhias.

Incluem-se no rol de projetos qualificados para inscrição aqueles que valorizem a diversidade cultural brasileira em suas mais distintas vertentes simbólicas do teatro, como a identidade de gênero, étnica e geracional, dentre outras.

Os projetos inscritos não precisam restringir-se aos espaços convencionais ou formais, admitindo-se aqueles em que a rua ou os espaços abertos sejam os locais para a performance cênica.

Não estão previstos neste edital pagamentos de gastos com reformas, melhorias ou manutenção de espaço físico utilizado pelo proponente.

Importante:
Este prêmio contemplará duas categorias distintas:
A. Circulação de Espetáculos – Serão selecionadas 26 (vinte e seis) propostas de circulação de espetáculos teatrais das cinco regiões do Brasil. Cada proposta premiada deverá realizar, no mínimo, 10 (dez) apresentações incluindo, pelo menos, 2 (dois) Estados e, no mínimo, 4 (quatro) cidades.

B. Montagem de Espetáculos ou Manutenção de Atividades continuadas de Coletivos, Grupos e Companhias – Serão selecionadas 26 (vinte seis) propostas de montagens inéditas de espetáculos teatrais ou manutenção de atividades artísticas de Coletivos, Grupos e Companhias de teatro, das cinco regiões do país.

Quem pode participar: Pessoas físicas e pessoas jurídicas, de direito privado, com ou sem fins lucrativos, de natureza cultural, tais como: cooperativas, produtoras, companhias ou grupos de todo Brasil.

Cada proponente poderá concorrer somente com 1 (um) projeto em apenas 1 (uma) das categorias e 1 (um) dos módulos financeiros; com exceção de cooperativas de produtores ou de artistas, bem como associações que abriguem diversos grupos ou companhias. 

Pessoas que possuem MEI também podem concorrer, mas obedecendo o limite do teto anual da MEI.

AporteA distribuição dos prêmios será realizada de acordo com os seguintes valores e quantitativos de premiados:

CATEGORIA A: CIRCULAÇÃO DE ESPETÁCULOS

CATEGORIA B: MONTAGEM DE ESPETÁCULOS ou MANUTENÇÃO DE ATIVIDADES TEATRAIS DE COLETIVOS, GRUPOS E COMPANHIAS


Prazos: As inscrições encerram em 11 de setembro. As propostas premiadas deverão ser realizadas, integralmente, dentro do prazo de 250 (duzentos e cinquenta) dias, a contar do dia do depósito dos recursos na conta do proponente.

O que deve ser apresentado: Ao realizar a inscrição da proposta, o proponente deve preencher todos os campos exigidos. A transposição da plataforma da Salic está abaixo. A maioria do material deve ser anexado obedecendo o que é exido e o tamanho do arquivo. 

Entrega e mais informações: As inscrições devem ser feitas de forma online, SalicWeb, através do link apresentado na página eletrônica da Funarte: funarte.gov.br

Outros esclarecimentos podem ser obtidos pelo endereço eletrônico premiomyriammuniz@funarte.gov.br

Fonte(s): Edital na íntegra e funarte.gov.br/PremioMyriamMuniz

sábado, 1 de agosto de 2015

Edital IBERESCENA de ajuda a redes, festivais e espaços cênicos

Faltam menos de dois meses para fechamento do Edital.

Nome do Edital: Ajudas a redes, festivais e espaços cênicos para a programação de espetáculos.
  
Em 2014 o Festival Fitlâ, Festival Itinerante de Teatro Latino-americano Âmbar, recebeu ajuda de 17 mil reais para realização da segunda edição do Festival que ocorreu na cidade de Salvador/BA entre fevereiro e março deste ano. A programação envolveu espetáculos de Teatro, Dança e também Performances. festivalfitla.com. Saiba quais foram os outros vencedores em edições anteriores do Iberescena em iberescena.org.



Quem promove: Fundo IBERESCENA

Objeto: A presente convocatória é dirigida a redes, festivais, salas e espaço cênicos públicos ou privados de países integrantes do IBERESCENA, para a programação de espetáculos iberoamericanos, cuja prioridade seja mostrar propostas de circo, de dança contemporânea e/ou criação atual e de teatro, dos países membros do Programa.

Serão priorizados projetos que:
  • Impulsionem a visibilidade da criação cênica atual Ibero-americana.
  • Programem coproduções que impliquem residências e intercambio entre artistas, técnicos, cenotécnicos e gestores procedentes de países integrantes do Programa.
  • Contenham atividades complementares tais como: oficinas, seminários, colóquios, exposições, etc.
  • Integrem planos de captação, formação e/ou fidelização de público, estabelecendo vínculos com o entorno social onde se desenvolve o projeto.
  • Favoreçam a circulação dos espetáculos programados em outros circuitos próximos ao entorno de origem do evento. PROGRAMA IBERESCENA www.IBERESCENA.org
  • Estabeleçam planos de coordenação com as restantes convocatórias do Programa IBERESCENA.
  • Desenvolvam estratégias de difusão necessárias para cumprir seus objetivos e metas traçados.

Quem pode participar: São elegíveis os projetos apresentados por circuitos, redes de distribuição, festivais, ciclos, salas e espaços cênicos que tenham sua sede e personalidade jurídica em países integrantes do Programa, e que cumpram os seguintes requisitos:
  • Promover os espetáculos dos países signatários do Programa IBERESCENA.
  • Confirmar que as programações dos espaços cênicos, salas, redes, circuitos, ciclos, assim como festivais e mostras contemple, ao menos, 40% da programação de espetáculos de artes cênicas de países Ibero-americanos distintos do país sede, dos quais, no mínimo três países deverão pertencer ao Programa IBERESCENA.
  • Para os casos em que as programações superem a quantidade de 15 companhias estrangeiras, poderão optar ao CICLO IBERESCENA. O CICLO deverá ser formado com no mínimo cinco companhias ibero-americanas, de três países diferentes ao país sede.
  • Apresentar uma estratégia de públicos e preços, considerando o custo da entrada e a proposta de acessibilidade econômica.
  • Para poder apresentar o projeto para as ajudas derivadas desta convocatória o solicitante deverá estar em dia com todas as obrigações legais e fiscais e não estar inabilitado para receber ajudas em seu país de residência.

As ajudas podem ser concedidas por dois anos consecutivos para a mesma pessoa ou entidade. No caso de eventos que tenham edições que sejam anuais, poderão receber ajuda por duas edições consecutivas. Uma terceira ajuda não poderá ser outorgada de forma consecutiva. Passado um ano, a pessoa ou evento poderá solicitar a ajuda novamente.

Aporte: O valor máximo desta ajuda será de 30.000 euros e estará sujeito a disponibilidade do Fundo.

A ajuda será concedida em dois prazos:
  • 70% a partir da aprovação do projeto, uma vez assinada a carta compromisso e cumpridos os trâmites requeridos.
  • 30% restantes, uma vez que a UTI tenha analisado um bom informe do avanço do projeto que inclua as atividades realizadas, a prestação dos gastos (relação dos mesmos, faturas e comprovantes) que justifiquem o primeiro pagamento da ajuda concedida.

Prazos: As solicitações poderão ser enviadas até o dia 30 de setembro de 2015. As ajudas serão concedidas aos projetos que tenham como prazo de execução entre 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2016.

O que deve ser apresentado: As solicitações devem ser apresentadas com o formulário anexo disponível na página web do programa IBERESCENA, escrito a maquina, computador ou a mão com letra de imprensa, em duas cópias em espanhol ou português, devidamente assinada, com os documentos enumerados.

Entrega e mais informações: Os projetos terão que ser apresentados diretamente pela entidade solicitante para a Antena de cada país onde resida o solicitante. No Brasil, para a Funarte.
Toda a correspondência ou documentos enviados devem estar em espanhol ou português.
Estes documentos deverão ser enviados, necessariamente, em um envelope que contenha o projeto: Em páginas soltas, em pasta ou envelope Em páginas numeradas (seguindo a ordem estabelecida na lista seguinte). Em páginas escritas em apenas uma face. Em papel de um só tamanho Não serão aceitos documentos enviados por correio eletrônico. Em duas (2) vias separadas:
  • Formulário de solicitação completo escrito a máquina, computador ou a mão com letra de imprensa e devidamente assinado.
  • Cópia da documentação que comprove a constituição legal da entidade que solicita a ajuda, ou em caso pessoas físicas, cópia do documento de identidade ou CPF.
  • Antecedentes do evento ou atividade. Documentação da edição anterior em caso de que não seja um projeto de nova criação.
  • Trajetória e antecedentes das entidades e/ou pessoas responsáveis do projeto.
  • Descrição do projeto: fundamentação, objetivos, conceitos de curadoria, programação e público destinado.
  • Programação detalhada: companhias e grupos programados, títulos das obras, lugares de circulação, espaços de programação, datas do evento, entre outros aspectos.
  • Cronograma de execução do projeto.
  • Orçamento total detalhado por ítens da atividade apresentada, sendo obrigatório o formulário anexo.
  • Plano de financiamento e cartas de outras instituições, entidades ou empresas que financiarão o projeto e subvenções de organismos públicos, se for o caso.
  • Estratégia de públicos e preços, considerando o custo da entrada e proposta de acessibilidade econômica.

DOCUMENTACÃO ENVIADA (em dois exemplares separados):
  • Copia da documentação que comprove a constituição legal da entidade que solicita a ajuda ou, em caso de pessoas físicas, CPF ou carteira de identidade.
  • Justificativa e programa (objetivos e contexto, companhias e grupos programados, títulos das obras, lugares de circulação, espaços de programação, público destinatário, fechas datas do evento, entre outros aspectos).
  • Pressuposto total detalhado por rubrica das atividades apresentadas.
  • Cronograma de execução do projeto. o Estratégia de públicos e preços, considerando o custo de entrada e a proposta de acessibilidade econômica.
  • Plano de financiamento e cartas de outras instituições, entidades ou empresas que financiem o projeto e comprovantes de subvenções de organismos públicos, se for o caso.
  • Currículos e antecedentes das entidades ou pessoas responsáveis pelo projeto.
  • Antecedentes do evento ou atividade.
  • Documentação de edições anteriores em caso de não ser uma nova criação.

Sobre a instituição: O IBERESCENA foi criado em novembro de 2006, tendo como base as decisões adotadas pela Cúpula Ibero-americana de Chefes de Estado e Governo, celebrada em Montevidéu (Uruguai), decisões estas relativas à execução de um programa de fomento, intercâmbio e integração das atividades de artes cênicas ibero-americanas. IBERESCENA, através do seu Edital, pretende promover os Estados membros e, por meio de ajudas financeiras, criar um espaço de integração para as Artes Cênicas. O Fundo IBERESCENA está atualmente integrado por 13 (treze) países que financiam o Programa: Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e pela Secretaria Geral Ibero-americana (SEGIB). IBERESCENA é dirigido pelo Comitê Intergovernamental IBERESCENA (CII), para o qual cada Estado integrante designa uma autoridade de artes cênicas como seu representante (Antena).


AddThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...